Sabemos que um Carrapato pode ser um animal bem pequeno, mas sua presença pode causar doenças e um mal estar enorme as pessoas que convivem com eles. Principalmente porque entre as doenças que o carrapato pode transmitir encontra-se a Febre Maculosa, que pode levar o infectado a morte.

Pensando nisso a  Univet desenvolveu uma metodologia própria para eliminar os carrapatos. Nosso serviço de dedetização de carrapatos, utiliza produtos que são seguros e a aplicação dos mesmos não causam desconforto as pessoas que se encontram no ambiente.

Não é Vampiro, mas ele está sedento pelo seu sangue.

 

Imagine um ser que se alimenta de sangue e pode ficar meses hibernando a espera de sua vítima. Toda as semelhanças como Conde Drácula é coincidência, pois estamos estamos falando de um perigo de verdade, os Carrapatos, aracnídeos cujo carrapatocorpo tem adaptações que permitem que ele encontre hospedeiros e se alimente do sangue deles.A reação típica quando se encontra um Carrapato muitas vezes é sentir nojo. Isso acontece em parte porque os carrapatos são parasitas que além de sugar o sangue de seus hospedeiros, são vetores de doenças. Na verdade, os carrapatos são os principais vetores de doença em animais domésticos. Em relação à doença humana, apenas um parasita espalha mais doenças do que o carrapato, o mosquito. Os carrapatos podem espalhar uma grande variedade de organismos que causam doenças, inclusive bactérias, vírus e protozoários.

Hoje um Carrapato…Amanhã uma Colônia.

Em carrapatos duros, o carrapato fêmea se fixa em um hospedeiro e se alimenta por mais de 24 horas antes de se acasalar. O carrapato macho também se alimenta antes de se acasalar, mas ele costuma ter uma fração do tamanho da fêmea ingurgitada quando o acasalamento acontece. Freqüentemente, o macho morre depois de se acasalar e a fêmea morre depois de depositar algo em torno de 2 mil a 18 mil ovos. Os carrapatos moles são uma exceção. Muitas espécies de carrapatos moles se alimentam de um pouco de sangue várias vezes e depositam ovos diversas vezes.

Doenças que os Carrapatos Transmitem:

Como os carrapatos dependem de sangue para se alimentar, eles têm o potencial de transmitir doenças de um hospedeiro para o outro. Vamos ver algumas das doenças que os carrapatos podem transmitir e como os médicos podem tratá-las.

Um carrapato que acabou de sair do ovo pode estar livre de doenças, mas assim que se alimenta de um animal infectado, ele se torna um vetor de doenças em potencial. Na verdade, os carrapatos podem transmitir mais doenças do que qualquer outro artrópode do mundo. A eficiência em espalhar infecções vem da maneira como eles se alimentam. Muitas espécies de carrapatos se alimentam de no mínimo três hospedeiros antes de morrerem. Se um hospedeiro estiver doente, o carrapato pode transmitir a infecção para os outros. Os carrapatos duros também têm de manter seus aparelhos bucais incrustados na pele de seus hospedeiros por horas ou até dias para que terminem de se alimentar. Isso dá muito tempo para que os patógenos entrem no corpo do hospedeiro.

As doenças que os carrapatos transmitem variam de um lugar para o outro. Isso acontece porque animais distintos e as doenças específicas de cada espécie se desenvolvem em diferentes partes do mundo. Mas isso não impede que as doenças transmitidas por carrapatos se espalhem para fora de uma área geográfica em particular. Aqui no Brasil a doenças mais comuns que são transmitidas pelo carrapato são: tifo do carrapato, febre maculosa e muitas outras que agem apenas nos animais.

pulgasUnivet – Dedetização de Pulgas no Rio de Janeiro

Sabemos que uma pulga pode ser um animal bem pequeno, mas sua presença pode causar um mal estar enorme as pessoas que convivem com elas. Principalmente porque uma única pulga pode se reproduzir em mais 500 e elas podem ser as causadoras de doenças terríveis, como a peste bubônica por exemplo.

Como Começa uma Infestação de Pulgas?

Imagine voltar para sua casa depois de longas férias. Você pega seus animais de estimação no canil, descarrega sua bagagem e encaminha-se para a cama para se recuperar da longa viagem. Mas seu sono é tudo, menos tranqüilo. Durante toda a noite, você é atormentado por minúsculas picadas e coceiras intermináveis. Não demora muito para você compreender que está sendo atacado por uma multidão de pulgas famintas. O que aconteceu? Seus animais de estimação pegaram uma infestação no canil? Os insetos pegaram uma carona na sua bagagem? Ou uma multidão deles decidiu se mudar enquanto você estava fora?

É uma idéia horripilante, mas a resposta mais provável é que as pulgas estavam esperando por você. As pulgas são parasitas – ou formas de vida que se alimentam de hospedeiros – muitas vezes machucando-os de alguma maneira. As pulgas usam o sangue dos hospedeiros como alimento. Elas geralmente preferem o sangue de animais de quatro patas que o de humanos; por isso, antes de sair de férias, as pulgas se alimentaram de seus animais de estimação, não de você.

Embora as recém-surgidas pulgas precisem encontrar comida em poucos dias, as adultas podem ficar alguns meses sem uma refeição. As pupas das pulgas podem também ficar em seus casulos por mais de um ano, esperando para sentir calor corporal e vibrações que sinalizam a presença de hospedeiros próximos. Então, quando você sair de férias, as pulgas não morrerão de fome – simplesmente esperarão que você e seus animais de estimação retornem.

Quando caminhar para casa depois de estar longe, as pulgas adultas famintas irão se aglomerar em você e em qualquer coisa que tiver pulsação, não importa quantas patas ou pernas tiver. As pupas saem dos casulos e procuram pela primeira refeição de sangue. Sua casa, que parecia limpa e relativamente livre de pulgas quando você saiu, é repentinamente invadida.

Pulgas: Um pulo para Doenças Gravíssimas.

Além de serem irritantes, as pulgas podem trazer doenças. Podem até transmitir outros parasitas para pessoas e animais. As larvas das pulgas se alimentam dos ovos das solitárias. Uma vez engolidas, as solitárias começam a se desenvolver no aparelho digestivo da pulga. Se um animal engole uma pulga infectada ao se morder ou lamber, também ficará infectado. As solitárias então crescem no intestino, depositando seus reservatórios de ovos no ânus do animal enquanto este dorme. Os reservatórios ficam em áreas próximas da cama do animal – onde as larvas das pulgas gostam de viver – e o ciclo recomeça. Pessoas, especialmente crianças, também podem ser infectadas com solitárias se engolirem pulgas enquanto brincam com seus animaizinhos, ou se entrarem em contato com dejetos infectados e não lavarem as mãos antes de comerem.

As pulgas também podem transmitir doenças graves. Uma delas é a Peste Bubônica. As pulgas são agentes transmissores – transportam a bactéria da peste de roedores (os portadores naturais desta doença) para as pessoas. Uma espécie particular, a pulga do rato (Xenopsylla cheopis), geralmente é a culpada. Além de preferir se alimentar dos ratos, o aparelho digestivo desta pulga fica bloqueado pela bactéria da peste. Assim, quando morde o próximo hospedeiro, regurgita o sangue infectado para dentro da ferida. Os sintomas da peste incluem inflamação dos gânglios linfáticos (chamados de bubos), febre, dor de cabeça e exaustão. As pulgas também podem carregar o Tifo Murino.

Nós temos a Solução:

Pensando nisso a  Univet Dedetizadora desenvolveu uma metodologia  para eliminar as pulgas que causam terror a sua família. Nosso serviço de dedetização de pulgas, utiliza produtos que são seguros e a aplicação dos mesmos não causam desconforto as pessoas que se encontram no ambiente.