Sabemos que um Traças pode ser um inseto bem pequeno, mas sua presença pode causar desconforto, principalmente porque quando uma traça encontrado vagando pela sua casa, pode ser sinal que uma colônia já está instalada há anos. Pensando nisso a  Univet desenvolveu uma metodologia própria para eliminar os besouros, que identifica os focos de infestação e elimina de uma vez com a presença destes hóspedes indesejados.

Nosso serviço de Dedetização de Traças, utiliza produtos que são seguros e a aplicação dos mesmos não causam desconforto as pessoas que se encontram no ambiente.

tracasConheça os tipos mais comuns de Traças que podem aparecer no Rio de Janeiro:

Traças dos Livros

Os Thysanura (traças dos livros) estão entre os mais primitivos insetos conhecidos pelo homem. Esta pequena e cosmopolita Ordem é representada, até o momento, por 370 espécies identificadas e distribuídas em cinco famílias. Não apresentam asas, são de tamanho pequeno a médio (0,85 a 1,3 cm), corpo alongado, geralmente achatado dorso-ventralmente, com dois ou três filamentos caudais, sendo o aparelho bucal mastigador. São onívoros, alimentando-se de uma infinidade de produtos como farinhas, papel, capas de livros (papelão), papel de parede, roupas e tecidos entre outros. De hábito noturno, vivem preferencialmente em ambientes escuros e úmidos. São muito ágeis e escondem-se rapidamente em frestas de móveis, armários, rodapés e caixas, sendo este último, o principal veículo de dispersão da praga, levada junto a livros e utensílios domésticos em mudanças. Algumas traças adaptaram-se muito bem ao ambiente urbano, sendo consideradas importantes pragas domiciliares, como a espécie Lepisma saccharina L. Alimentam-se de todos os tipos de substâncias amiláticas, como amido dos livros, encadernações, papéis, etiquetas, etc. Em residências, alimentam-se de roupas, lençóis e sedas, além de farináceos em geral. Em museus, bibliotecas, tecelagens, supermercados, hotéis e em muitos outros estabelecimentos comerciais, as traças devem ser monitoradas com rigor, para evitar infestações severas e danos significativos. Os Thysanura, de um modo geral, não têm importância econômica no ponto de vista agrícola. No desenvolvimento biológico dos Thysanura, as fases jovens apresentam-se extremamente semelhantes à fase adulta, diferenciando-se apenas no tamanho e na maturidade sexual (ametabolia). Dependendo da espécie, clima, fonte alimentar, entre muitos outros fatores, os ovos podem eclodir em aproximadamente 10 a 60 dias, nascendo as formas jovens que passam por mudas consecutivas, demorando em média 2 a 3 meses até chegarem a fase adulta, quando o crescimento cessa. As traças adultas podem viver por mais de quatro anos. A traça dos livros lembra o aspecto de um peixe prateado, denominado na língua inglesa como “silverfish”. A maioria das espécies encontradas em áreas urbanas (residências, comércio, etc.) tem coloração cinza prateada

Traças das roupas

As traças das roupas são pequenas mariposas pertencentes à família Tineidae, da Ordem Lepidoptera, sendo o gênero Tinea o de maior importância econômica em áreas urbanas. Diferentemente das traças dos livros, as traças das roupas possuem um desenvolvimento biológico chamado metamorfose completa, ou seja, dos ovos nascem as lagartas (fase jovem) completamente distintas da fase adulta (mariposa). Em algumas espécies, as lagartas tecem um pequeno estojo achatado e elíptico para sua proteção. Dentro deste invólucro protetor, a lagarta se desenvolve alimentando-se avidamente de uma infinidade de materiais como tapetes, roupas de lã, tecidos, estofamentos, entre muitos outros. São facilmente identificáveis ao serem vistas deslocando-se pelas paredes ou armários residenciais. A lagarta, após algum tempo, transforma-se em pupa e logo depois em mariposa, fase adulta alada e com capacidade reprodutiva.

Traças de Produtos Armazenados .

São muitas as pragas encontradas em grãos, como milho, trigo e arroz e em diversos produtos armazenados como, frutas e cogumelos secos, farinhas e derivados, cereais matinais, biscoitos, chocolates, entre outros. Os principais gêneros encontrados infestando grãos e produtos armazenados são Plodia, Ephestia e Cadra. As traças destacam-se como pragas importantes, pois se desenvolvem em alimentos, destruindo-os e contaminando-os com suas fezes, fragmentos do próprio corpo (escamas de asas, pernas e o próprio inseto morto) e fios de seda característicos. As lagartas de muitas espécies de traças deixam rastros de sua passagem pelos alimentos, através da secreção de fios de seda, semelhantes a “teias”, que servem para a melhor locomoção pelo alimento e proteção quando próximo da pupação. Algum tempo após a pupação, a mariposa adulta (macho ou fêmea) emerge, realiza o acasalamento e segue seu ciclo, colocando ovos, infestando novos alimentos ou reinfestando o próprio substrato de origem. As pequenas mariposas são de coloração pálida, pouco vistosas, variando de espécie para espécie. O ciclo biológico das traças de produtos armazenados é variado, dependendo da espécie infestante, da temperatura, umidade relativa do ar, alimento, dentre muitos outros fatores. Normalmente os ciclos se completam em tempo relativamente curto, variando entre algumas semanas a poucos meses.